Brasília Ambiental promove Ouvidoria Itinerante no Eixão do Lazer – Agência Brasília

0


Será realizada neste domingo (12), das 8h30 às 12h, a segunda edição do projeto Ouvidoria Itinerante, do Instituto Brasília Ambiental, no Eixão do Lazer, na altura da SQN 108. A ação tem como objetivo aproximar a autarquia da população e promover a conscientização a respeito dos problemas de poluição sonora. A novidade é que, desta vez, também serão feitos esclarecimentos a respeito dos maus-tratos aos animais.

Responsável por receber denúncias de agressões à fauna e de poluição sonora de diversas origens, o Brasília Ambiental realiza o Ouvidoria Itinerante, para ficar mais próxima da população | Foto: Divulgação/Instituto Brasília Ambiental

Este evento faz parte das comemorações da Semana do Cerrado, que ocorre entre os dias 11 a 19 de setembro de 2021, sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e conta com a parceria do Brasília Ambiental e do CITinova/Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Na ocasião, serão distribuídos folhetos explicativos aos frequentadores do Eixão.

O Plano Piloto foi eleito para sediar essa nova etapa do projeto por ser a região administrativa campeã no número de registro de reclamações por poluição sonora. De janeiro até o momento, foram recebidas 990 manifestações sobre o tema. O bairro é seguido por Águas Claras e Taguatinga no quantitativo de manifestações.

Devido ao sucesso junto ao público na primeira versão, realizada no mês de maio em Águas Claras, o Ouvidoria Itinerante incluiu os maus tratos aos animais ao plano de conscientização, por ser também um tema de grande repercussão junto ao órgão executor da política ambiental no DF.

O Instituto Brasília Ambiental é responsável por receber e fiscalizar tanto as denúncias de agressões à fauna quanto a poluição sonora proveniente do exercício das atividades de bares, restaurantes, igrejas, shows, academias, clubes (sons mecânico ou ao vivo) e por maquinários (ar-condicionado, exautores, entre outros).

Os registros, sobre ambos, são acolhidos pelo número 162 ou também por meio da internet, pelo site do Sistema de Ouvidoria do Distrito Federal.

 

*Com informações do Instituto Brasília Ambiental



Source link