Começa, nesta terça (14), a Semana do Alimento Orgânico – Agência Brasília

0


Com abertura nesta terça (14), às 11h, no Parque Granja do Torto, a Semana do Alimento Orgânico no Distrito Federal, que faz parte da Exposição Agropecuária de Brasília (Expoabra), segue até sábado (18). A abertura será nesta terça-feira, às 11h, no Parque Granja do Torto, onde também haverá uma feira de produtos orgânicos. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater) estará presente com palestras técnicas sobre o tema.

Palestras, que são virtuais, fazem parte da programação da Expoabra | Arte: Divulgação/Emater

“Este ano, o tema tem o objetivo de atrair mais consumidores, dar mais credibilidade aos produtos orgânicos e também ampliar o número de produtores” Verinaldo da Silva Sousa, presidente da Comitê da Produção Orgânica do DF

Os debates serão virtuais, totalizando cerca de 14 horas de apresentações ao vivo, reunindo mais de 40 profissionais do setor, que vão trazer conteúdos diversos para produtores rurais e o público em geral. Para participar, é necessário inscrever-se previamente no site da Expoabra.  Iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Semana do Alimento Orgânico é realizada anualmente, em todo o país.

Com o tema Alimento orgânico: sabor e saúde em sua vida, a campanha tem como meta ressaltar os benefícios do alimento orgânico na promoção da saúde, na segurança alimentar e nutricional, bem como o sabor e o aproveitamento integral dos alimentos, aliado ao respeito ao meio ambiente e à justiça social.

O objetivo também é informar os consumidores onde encontrar e como identificar os produtos e serviços vinculados à produção orgânica. “Este ano, o tema tem o objetivo principal de atrair mais consumidores, dar mais credibilidade aos produtos orgânicos e também ampliar o número de produtores”, resume o representante do Grupo Korin e presidente da Comitê da Produção Orgânica (CPOrg) do Distrito Federal, Verinaldo da Silva Sousa.

A programação virtual inclui a participação de técnicos da Emater e nutricionistas, com informações sobre alimentos orgânicos, e também chefs de cozinha, com receitas simples e práticas sobre pratos que representam uma boa alimentação. No formato presencial, o Parque de Exposições da Granja do Torto apresentará feiras e exposições.

Para os produtores, também serão apresentados resultados de pesquisas da Embrapa e da Universidade de Brasília (UnB). Uma das lives organizadas pela Emater vai trazer informações e orientações sobre compras governamentais. O objetivo é mostrar aos produtores de orgânicos esse meio de comercialização como mais uma oportunidade de negócio.

“Nossa intenção é estimular o consumo, mostrar as vantagens para quem consome e também para quem produz, além de capacitar agricultores” Daniel Oliveira o gerente do Escritório Especializado em Agricultura Orgânica e Agroecologia da Emater

No encerramento, uma grande feira vai reunir representações de produtores, cooperativas e empresas atuantes no setor de produção, comercialização e insumos. No último ano, a Semana do Alimento Orgânico também foi realizada em formato virtual. As transmissões foram assistidas ao vivo por mais de 2,3 mil pessoas.

As palestras

Entre os temas abordados nas palestras da Emater, estão benefícios para o corpo e o meio ambiente, inserção de jovens, tecnologias disponíveis, crédito e comercialização. “Nossa intenção é estimular o consumo, mostrar as vantagens para quem consome e também para quem produz, além de capacitar agricultores”, explica o gerente do Escritório Especializado em Agricultura Orgânica e Agroecologia da Emater, Daniel Oliveira.

Certificação

Atualmente, 257 produtores do Distrito Federal são certificados como orgânicos. Isso quer dizer que produzem de acordo com o que estabelece a Lei n° 10.831, de 23 de dezembro de 2003.

Essa legislação define como orgânicos sistemas de produção que “adotam técnicas específicas, mediante a otimização do uso dos recursos naturais e socioeconômicos disponíveis e o respeito à integridade cultural das comunidades rurais” onde “não se utilizam materiais sintéticos, organismos geneticamente modificados e radiações ionizantes, em qualquer fase do processo de produção, processamento, armazenamento, distribuição e comercialização, e a proteção do meio ambiente”.

Acompanhe, abaixo, a programação das palestras on-line da Semana do Alimento Orgânico.

  • Terça -feira (14)
    Abertura: 14h, no palco principal do Parque Granja do Torto.
  • Quarta (15)
    10h30: Contribuições das instituições públicas na produção orgânica.
    14h: Orgânicos: mais do que alimento, um estilo de vida.
    15h30: Preparando um prato orgânico com mais sabor e saúde
    17h: A ciência na produção dos orgânicos.
  • Quinta (16)
    10h30: Compras governamentais: oportunidades para os orgânicos.
    14h: Garantias no alimento orgânico; conheça todo processo.
    15h30: Melhorando sua produção orgânica através do crédito.
    17h: Participação dos jovens na produção orgânica.
  • Sexta (17)
    9h: Utilizando o controle biológico na produção de orgânicos.
    10h30: Pagamentos por serviços ambientais: possível caminho para produção orgânica?
    15h30: Aumento da sustentabilidade na produção orgânica: insumos e práticas.
    17h: Sistemas de produção orgânica: casos de sucesso.

*Com informações da Emater



Source link