Pacientes do Hospital de Câncer se encantam com belezas e histórias de São Luís

0


Projeto é uma forma de amenizar o peso do tratamento oncológico (Foto: Márcio Sampaio)

“Estou há quase um ano em São Luís realizando tratamento contra um câncer de mama e nunca tinha tido a oportunidade de conhecer o Centro Histórico da cidade. Estou muito feliz em poder vir aqui na véspera do meu aniversário e também na reta final do meu tratamento”, comemora emocionada a dona de casa Maria da Anunciação Barros Sousa, 55 anos. 

Dona Maria é da cidade de Feira Nova do Maranhão e está tratando um câncer de mama desde o mês de outubro de 2020 no Hospital de Câncer do Maranhão, unidade referência no tratamento da doença, que faz parte da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Hospedada com o marido na Casa de Apoio da Unidade, eles fizeram parte do grupo que participou, na última quarta-feira (14), do city tour realizado por meio do projeto “Pelas Ruas de São Luís”, executado pelo Serviço Social da casa.

O projeto é realizado para proporcionar aos assistidos momentos de descontração e lazer com um passeio guiado pelas ruas e museus do Centro Histórico da capital.  

Segundo o coordenador da Casa de Apoio do Hospital de Câncer do Maranhão, Paulo Ferreira, o projeto, dentre outros realizados pela instituição através da equipe multiprofissional, é uma forma de amenizar o peso do tratamento oncológico.  

“Aqui, vemos muitas histórias comoventes de pessoas que fazem tratamento, mas nunca conheceram o mar ou os demais pontos turísticos da capital. Pensando nisso, foi desenvolvido esse projeto, para que, com uma certa frequência, esses pacientes tenham oportunidade de conhecer novos lugares. E isso serve também para trabalhar a mente dessas pessoas, que passam por muita coisa devido ao tratamento oncológico”, comenta o coordenador da Casa, Paulo Ferreira.  

Projeto proporciona momentos de descontração aos assistidos pelo Hospital do Câncer (Foto: Márcio Sampaio)

Durante o passeio guiado, que contou com a parceria com a Secretaria de Turismo do Estado (Setur), os pacientes e acompanhantes puderam conhecer roteiros turísticos como a Praça Dom Pedro II, Igreja da Sé, Museu de Arte Sacra, Museu do Palácio dos Leões, entre outros pontos.  

Domingos Coelho de Sousa, de 65 anos, é esposo da dona Maria da Anunciação e a acompanha durante o tratamento em São Luís. Ao participar do passeio, o agricultor destacou a beleza do Centro Histórico de São Luís. “Isso aqui é bonito demais. Muito boa a oportunidade de fazer esse passeio, estou gostando muito. Sou muito agradecido a todos da Casa de Apoio e do Hospital, espero que muito em breve possamos voltar aqui para passear livres dessa doença”, deseja o agricultor Domingos de Sousa.  

Outro paciente que participou do passeio foi o lavrador José Fernando de Melo, de 61 anos. Morador da cidade de Mirador, seu José veio para São Luís para a retirada de um linfonodo e também visitou o Centro Histórico pela primeira vez. “Isso aqui é muito bonito, é bonito demais. Eu nem sabia que aqui em São Luís tinha tanta igreja bonita assim, estou encantado. Além disso, sou muito bem tratado na Casa de Apoio, nem na minha própria casa eu tenho a estrutura que eu recebo lá”, diz o lavrador José Fernando. “É muito bom sair do ambiente hospitalar e conhecer novos lugares”, complementa a sua esposa e acompanhante, Pauliane da Silva, 33 anos. 

Casa de Apoio

José Fernando de Melo, 61 anos, e Pauliane da Silva, 33 anos (Foto: Márcio Sampaio)

Entregue no ano de 2017 pela gestão do governador Flávio Dino, a Casa de Apoio do Hospital de Câncer do Maranhão é um espaço de assistência humanizada a pacientes e acompanhantes que estão em busca de tratamento referenciado.  

O espaço é o diferencial do Hospital de Câncer do Maranhão, pois acolhe os pacientes que moram em outras cidades e fazem tratamento em São Luís. Além de receberem um cuidado mais humanizado na hospedagem, os acompanhantes e pacientes acolhidos na Casa de Apoio têm todas as seis refeições diárias fornecidas gratuitamente, além de transporte para a realização de exames em outras unidades.  

Atualmente, a Casa tem capacidade para hospedar até 26 pessoas, que sejam pacientes do Hospital de Câncer e que não residam na capital. Além de hospedar pacientes e acompanhantes, a casa conta com outros serviços, como os oferecidos pela equipe multiprofissional, que é composta por um assistente social, psicólogo e terapeuta ocupacional. Dessa forma, o equipamento fornece todo o suporte que pacientes oncológicos precisam.

Fonte: Agência de Notícias do Maranhão



Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here