Comércio internacional: Produtos maranhenses são apresentados para embaixadas asiáticas

0


Apresentação dos produtos maranhenses para embaixadas asiáticas (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Indústria, Comércio e Energia (Seinc) apresentou, nesta terça-feira (21), no Palácio dos Leões, produtos de empresas do ramo de alimentos para embaixadores de países do sudoeste da Ásia, durante reunião de trabalho realizada com o Governo do Estado.

Conduzida pelo vice-governador Carlos Brandão e pelo secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, a reunião destacou as potencialidades e os avanços do Maranhão e frisou as áreas atuantes das empresas que participaram do evento.

“É com muita alegria que a gente os recebe para que possam conhecer nossas potencialidades e divulgar, no sentido de atrair investidores. Eu mesmo já estive nessa região, mostrando as potencialidades do nosso estado para que eles possam vir ao Maranhão, gerar emprego, instalar indústrias e, consequentemente, gerar renda para o nosso povo”, ressaltou o vice-governador Carlos Brandão

As 14 empresas integram o Maranhão Mais Produtivo – programa que visa dar oportunidade às micro e pequenas empresas instaladas no Maranhão, ampliando o acesso a novos mercados.

“Trouxemos empresas com atuação na venda de produtos para o exterior, mas também aquelas que estão em crescimento e almejando esse mercado. Nosso intuito é de contribuir nesse processo e fortalecer esta cadeia produtiva no Estado”, afirmou Simplício Araújo.

As empresas são: Frigorífico Vale do Pindaré, Agronor, Fribal, Frango Americano, Frigotil, Pimentas Nippon, Frigorífico E. R. Lopes, Geleia Sabor da Ilha, Pronutre, Zé Pereira, OKKA, Maranhão Couros, Curtume Santa Maria e Aurizona Mineração.

Simplício Araújo (Foto: Divulgação)

O secretário Simplício Araújo acrescentou que a reunião com as embaixadas integram uma série de ações estratégicas internacionais do governador Flávio Dino para aproximar os países com o Maranhão e os maranhenses.

“Estes países têm se destacado na aquisição de produtos do Brasil, como o Vietnã na arrecadação de soja, milho e pimenta e a Tailândia em adquirir algodão, ferro gusa e carne bovina congelada, por exemplo. Ficamos muito felizes em estar com esse corpo de representantes dos países do Sudoeste Asiático e com a presença de empresários que representam muito bem o Maranhão”, acrescentou Simplício.

Johny Serrão Amaral, gerente de projetos do Frigorífico Vale do Pindaré, parabenizou o Governo do Estado, por meio da Seinc, pela oportunidade de apresentar sua empresa ao mercado internacional. “Com a ajuda do Governo do Estado, temos avançado nas atividades do frigorífico com o abate de bovinos, permitindo que consigamos comercializar em todo o país. Nesta reunião, pudemos mostrar às embaixadas o quão rica é nossa cadeia produtiva”, comentou.

O diretor-geral da Pimentas Nippon, Jorge Takamori também elogiou a reunião com as embaixadas asiáticas. “Agradecemos o convite feito pela Seinc. Este tipo de evento proporciona um avanço considerável da nossa empresa e um reconhecimento internacional, que nos prestigia e nos valoriza dentro do mercado local também”, ressaltou.

Reunião

Participaram, também, da reunião, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Sérgio Delmiro; o presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema), Sérgio Sombra; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho; o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez; e empresários maranhenses.

>





Source link