Tubulações para recuperar pontilhão em estrada rural do Riacho Fundo II – Agência Brasília

0


A enxurrada de um temporal que caiu no início do ano no Riacho Fundo 2 comprometeu a via de acesso à Escola Classe (EC) Ipe (Israel Pinheiro), no Caub 1. Na estrada vicinal que liga a região administrativa ao Park Way, o pontilhão (espécie de ponte de terra) foi arrastado e as manilhas obstruídas por galhos e folhas de árvores.

Estão sendo colocadas no local seis manilhas com cerca de 8 metros de comprimento e 62 centímetros de diâmetro, o que aumentará a vazão do córrego Capão Preto, que escoa sob a pista| Foto: GDF Presente

Atento ao preparo das cidades para as chuvas, com retorno previsto nas próximas semanas, o Governo do Distrito Federal (GDF) acionou uma força tarefa de recuperação da estrada vicinal no trecho que fica a cerca de 500 metros da unidade de ensino. Estão sendo colocadas seis manilhas – unidas de duas em duas – com cerca de 8 metros de comprimento e 62 centímetros de diâmetro, o que aumentará a vazão do córrego Capão Preto, que escoa sob a pista.

A EC Ipe atende cerca de 380 alunos, de 6 a 10 anos, em período integral. Na unidade de ensino não chega o transporte coletivo e os estudantes têm acesso às aulas por meio do transporte escolar do GDF

As obras são executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), com suporte da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, já que se trata de uma área rural de proteção ambiental e nascentes. O GDF Presente, programa de benfeitorias do governo, contribui com a mão de obra do projeto Mãos Dadas, enquanto a Administração Regional do Riacho Fundo II com caminhões e uma máquina de nivelamento do terreno.

“Aproveitamos também para desobstruir as folhas que estavam bloqueando a passagem de água nas quatro manilhas de alvenaria, com 45 centímetros de diâmetro cada, já existentes sob o pontilhão”, informa o coordenador de licenciamento e obras da Administração Regional do Riacho Fundo II, Isaias Carvalho.

Segundo a diretora da EC Ipe, que atende cerca de 380 alunos, a estrada de terra, se estiver mantida em ordem, atende plenamente a população que depende dela pra se locomover | Foto: GDF Presente

Mais segurança nas chuvas

Administradora Regional do Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva, lembra que o estrago vinha colocando em risco a segurança dos carros que passam por lá diariamente. “Inclusive a do transporte da produção rural e a das crianças levadas e trazidas da escola”, alerta.

“Além disso, beneficia os moradores e chacareiros que transitam pela via diariamente, além das crianças no acesso à escola neste semestre de volta às aulas”, completa o coordenador do Polo Sul que atende a região pelo GDF Presente, Carlos Alberto Alves.

A EC Ipe atende cerca de 380 alunos, de 6 a 10 anos, em período integral. A maioria deles mora nos Caub 1 e 2, no Riacho Fundo II e alguns até no Park Way. Na unidade de ensino não chega o transporte coletivo e os estudantes têm acesso às aulas por meio do transporte escolar do GDF.

De acordo com a diretora da escola, Gleisy Regina Lino, a comunidade está satisfeita com as intervenções – previstas para serem concluídas ainda esta semana. “A estrada, mesmo que de terra, se tiver mantida a ordem e a estrutura, já atende plenamente toda a população que depende dela para se locomover”, comemora. Confira outras ações do GDF Presente:

Galeria de Fotos

Tubulações para recuperar pontilhão em estrada rural do Riacho Fundo II



Source link