Fila por transplante zerada: Pefoce e BOC homenageiam famílias doadoras de córneas

0


A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e o Banco de Olhos do Ceará (BOC) mantêm zerada fila de espera por transplante de córneas no Ceará. A parceria entre as duas instituições, que ocorre desde 2016, é referência nacional e tem transformado a vida de milhares de cearenses e brasileiros de outros estados que recebem as córneas cearenses. Em agradecimento ao gesto de amor das famílias, nesta segunda-feira (27), Dia Nacional da Doação de Órgãos, ocorreu a 3ª edição do evento “Gratidão”, homenagem da Pefoce e do BOC às famílias doadoras de córneas. O evento neste ano aconteceu no núcleo da Pefoce da região Norte, em Sobral.

O evento “Gratidão” é o momento em que a Pefoce e o BOC convidam as famílias que, sensibilizadas e conscientes da importância da doação de órgãos e tecidos, abraçam a causa e autorizam a retirada da córnea de seus parentes falecidos. O gesto é um ato de amor e contribui para que outras pessoas voltem a ter mais qualidade de vida por meio de uma visão saudável.

Em números absolutos, desde o início da parceria com a Pefoce em 2016, foram captadas 4.885 córneas até o dia 20 de setembro deste ano. Essas doações são oriundas dos núcleos da Capital, Juazeiro do Norte e Sobral. Para se ter uma ideia da expressividade dos dados, de acordo com o Banco de Olhos, todas as captações ocorridas em hospitais parceiros somaram 377 córneas.

O perito geral da Pefoce, Júlio Torres, falou sobre a parceria firmada com o BOC e a contribuição decisiva da instituição nesta causa: “É uma satisfação imensa para a Perícia Forense fazer parte de uma causa tão sensível, que é acabar com a fila de transplantes de córneas no estado do Ceará. Os números falam por si e mostram a grandeza da contribuição da Pefoce junto ao Banco de Olhos, nesta missão de restaurar a visão de tantos cearenses e brasileiros de outros estados.”

Região Norte

O Núcleo da Pefoce da região norte do Ceará, em Sobral, passou a realizar o trabalho de sensibilização para a coleta das córneas com as famílias no ano passado, antes do início da pandemia da Covid-19. Nesse primeiro ano de atuação, mesmo havendo uma paralisação das captações durante o pico da pandemia, onde todas as coletas foram suspensas e a fila por transplante voltou a ter pacientes à espera, a atuação do núcleo de Sobral contribuiu com 247 doações, auxiliando a zerar novamente a fila de espera.

Região Sul

O Núcleo da Pefoce da região Sul, situado em Juazeiro do Norte, também dá suporte ao BOC e participa nessa atividade permanente de conscientização e sensibilização das famílias desde 2019. Foi o primeiro núcleo da Pefoce do interior a realizar as coletas e dar um suporte direto aos transplantes de córnea do Cariri e localidades.

Córnea

A córnea é um tecido fino, transparente e resistente, que fica localizada na dianteira do olho, na parte externa do globo ocular. Ela é responsável por auxiliar na visão, captando luz e focando as imagens que vemos. Algumas doenças podem causar alterações no formato ou transparência da córnea, como, por exemplo, ceratocone e as ceratopatias bolhosas. Nestes casos, o transplante de córnea faz com que o paciente volte a ter saúde na visão.

Doenças da córnea

O transplante de córnea é o procedimento cirúrgico recomendado para restaurar a visão dos pacientes que possuem as seguintes doenças: ceratocone, degeneração marginal pelúcida, ceratoglobo, distrofia de Fuchs, ceratopatia bolhosa, córnea guttata, infecções corneanas graves, leucomas (opacidades corneanas que podem ser originadas por diversas causas, como traumatismos, queimaduras químicas, infecções por herpes e distrofias corneanas, por exemplo), perfurações oculares.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here