Governo de SP e Airbnb reforçam parceria e divulgam destinos paulistas

0


No Dia Mundial do Turismo, comemorado nesta segunda-feira (27), o Governo de SP, por meio da Secretaria de Turismo e Viagens, e o Airbnb reforçam a parceria de apoio ao turismo e à economia paulistas pós-pandemia, anunciada em 2020. A novidade é o lançamento de uma página especial, na plataforma Airbnb, para divulgação de destinos do estado.

Uma das tendências percebidas pelo Airbnb nos últimos meses, que se reflete diretamente na retomada do turismo, é a preferência dos hóspedes por viagens de carro, para cidades a até 500 km dos grandes centros urbanos. Em muitos casos, são famílias em busca de um refúgio mais perto da natureza, e, ao mesmo tempo, com boa infraestrutura, para conciliar férias com a família e trabalho em home-office, e seguindo protocolos de higienização e distanciamento. São destinos, muitas vezes, no interior e no litoral, fora do roteiro de viagem habitual das pessoas antes da pandemia.

“A qualidade e a variedade de opções dentro do estado foram redescobertas pelos paulistas e seus vizinhos. São roteiros, paisagens e temas que permitem viagens de curta distância e duração, seguras, ativando a economia regional”, lembra Vinicius Lummertz, secretário de Turismo e Viagens do Estado. “O consumo doméstico, de lazer, próximo da natureza, prosseguirá aquecido, com expectativa bastante positiva pelos próximos meses em todo o estado.”

“Essa descentralização dos destinos é muito importante porque faz crescer o potencial regional do turismo. Considerando a capilaridade do Airbnb, nossa plataforma vai contribuir cada vez mais para apresentar novas possibilidades de turismo em destinos locais, oferecendo opções de viagens autênticas, conectadas às comunidades e com grande impacto na geração de renda nos estados e nas cidades”, diz Daniela Teixeira, gerente de relações institucionais e governamentais do Airbnb no Brasil.

Protocolo de Higienização

Aspectos de limpeza e higienização ganharam uma relevância ainda maior na decisão do viajante no contexto da pandemia e essa é outra tendência que veio para ficar. No segmento de compartilhamento de residências, estabelecer novos padrões de higienização foi fundamental.

E o Airbnb foi pioneiro nesse sentido, desenvolvendo o Protocolo Avançado de Higienização em 5 etapas, com orientação de autoridades sanitárias e especialistas internacionais, como o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), nos EUA, referência nos esforços de combate à COVID-19. O Protocolo (disponível desde junho de 2020) inclui especificações sobre como higienizar todos os cômodos de uma casa e um selo para as acomodações, e é solicitado a todos os anfitriões.

A plataforma também proibiu, em agosto de 2020, festas e eventos em acomodações, para evitar aglomerações e contribuir para estadias responsáveis. E possui orientações e boas práticas também para hóspedes, disponíveis no site e com as quais eles devem se comprometer no momento da reserva.

As recomendações incluem uso de máscaras e prática de distanciamento social por anfitriões e hóspedes ao interagirem. Além disso, lançou, em abril de 2021, o Canal de Apoio ao Vizinho, uma ferramenta para auxiliar as autoridades e comunidades locais e facilitar a comunicação de eventuais incidentes em reservas nas proximidades.

A parceria entre a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado e o Airbnb inclui ainda colaboração em áreas como inteligência de mercado, para o compartilhamento de informações relacionadas ao turismo no estado. O turismo movimentou R$ 240,9 bilhões no Brasil em 2019, segundo dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo).

Só o Estado de São Paulo representou R$ 96,9 bilhões, ou 40,2% de todo o faturamento das empresas do setor no país. Segundo dados da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), o segmento registrou, em maio de 2021, faturamento de R$ 9,6 bilhões no Brasil.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here