1° Seminário de Inteligência Turística discute desenvolvimento econômico do setor na capital

0


Em 27 de setembro comemora-se o Dia Mundial do Turismo e o Dia do Turismólogo no Brasil. Como ponto de encontro do tema, a Prefeitura de Macapá, por meio do Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur), Observatório de Turismo do Amapá (Obtur/AP) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae/AP), realizou na segunda-feira (27) o 1° Seminário de Inteligência Turística (SITur). Com o tema ‘Dimensionamento Turístico no Meio do Mundo’, o evento celebrou as datas com discussões e explanações sobre o desenvolvimento do turismo em Macapá.

O destaque do seminário foi a apresentação da maior pesquisa mercadológica realizada no Amapá: o Censo do Turismo 2020/2021, onde se dimensionou os seguintes setores e atividades características do turismo: alimentação fora do lar, transporte aéreo, hotelaria, artesanato, locação de automóveis, além do perfil dos turistas, dos profissionais que atuam no setor e da economia do turismo local, além de palestra motivacional, homenagens aos profissionais turismólogos e representantes de cada setor e sorteio de prêmios para os participantes.

“Algo muito relevante no âmbito da pesquisa é que o setor turístico não teve diminuição no fluxo financeiro e de pessoa. A cada mês registramos um crescimento da atividade econômica, seja no modal dos transportes, no consumo de alimentos e também na taxa de ocupação hoteleira, que são os dados principais que analisamos”, frisou diretor de planejamento turístico da MacapaTur, Sandro Belo.

Belo observa ainda que o setor de locação de automóveis tem mudado o perfil de público durante a pandemia de Covid-19.

“O segmento locação de automóveis, que atende aos motoristas de aplicativo, antes, geralmente, era procurado por turistas, agora, no entanto, está tendo uma retomada da mudança de perfil. Hotelaria, gastronomia, transporte e outros segmentos demonstram também essa capilaridade na geração de emprego e renda”, frisou o diretor.

Até o mês de agosto deste ano, o turismo cresceu 11% em comparação ao mesmo período do ano passado, o que representa hoje no estado uma movimentação econômica de mais de R$ 680 milhões, sendo responsável por cerca de 6% do PIB no Amapá. No seminário os profissionais discutiram medidas e políticas públicas necessárias para melhorias do setor na capital.

Para Benício Pontes, diretor/-presidente do MacapaTur, o Censo do Turismo é um ponto de partida para políticas públicas da nova gestão. “Agora que temos os dados, já podemos trabalhar e fomentar políticas que vão voltar a melhorar o turismo em Macapá, pois o potencial turístico sempre teve, mas nunca se olhou com olhar empreendedor, agora pensamos em transformar o turismo em uma grande empresa fomentadora de renda, riqueza e prosperidade para nossa cidade”, completa Benício.

O evento encerrou com homenagens aos integrantes de pelo menos 12 entidades do turismo que estavam presentes no seminário.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here