Com 47,7 milhões de animais, Bahia bate novo recorde com maior número de galináceos da história

0


Números da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), do IBGE, mostram que em 2020 a Bahia chegou ao número de 47,7 milhões de galináceos, o maior da série histórica iniciada em 1974. O grupo dos galináceos engloba frangos para corte e galinhas poedeiras. O crescimento entre 2019 e 2020 foi de 0,5%, o que representou acréscimo de 230 mil cabeças no período. Com esses números, a Bahia passou do oitavo para o sétimo maior efetivo do país, respondendo por 3,2% do total nacional, que em 2020 foi de 1,5 bilhão de cabeças, apresentando crescimento de 1,5% na relação com o ano anterior, 2019.

O aumento de galináceos na Bahia, percebido no ano de 2020, é o segundo consecutivo. Nos dois anos, 2019 e 2020, o aumento foi puxado pelo contínuo crescimento do número de galinhas poedeiras, destinadas à produção de ovos. O plantel de poedeiras passou de 6,05 milhões em 2019 para 6,84 milhões em 2020, representando um aumento de 13,2%.

“Todas as pesquisas e levantamentos que estão sendo apresentados nos últimos meses mostram o crescimento do agronegócio da Bahia, nas mais diversas cadeias produtivas. É o resultado de ações de fomento à produção, implementadas para o melhoramento genético, manejo adequado, aplicação de novas tecnologias, dentre outros. Festejamos essas conquistas, mas não paramos de trabalhar para ajudar a levar os negócios do campo da Bahia para patamares ainda maiores”, disse o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, João Carlos Oliveira.

A PPM mostra que as cidades com as maiores quantidades de galináceos na Bahia, em 2020, foram Barreiras (7,2 milhões de animais), Conceição da Feira (3,3 milhões) e Luís Eduardo Magalhães (3,2 milhões). No período, a cidade de Varzedo teve o maior aumento no plantel de galináceos na Bahia, saindo de 1,1 milhão (2019) para 1,6 milhão (2020), representando crescimento na ordem dos 43,7%. A performance fez com que Varzedo saltasse da décima-primeira posição dentre as cidades produtoras de galináceos no estado para a nona posição.

Outra cidade baiana de destaque na criação de galináceos é Eunápolis. A Pesquisa da Pecuária Municipal, realizada pelo IBGE, mostra que em 2020 o plantel de galináceos da cidade foi de 2,5 milhões, com aumento de 23,8% em relação a 2019 e fazendo com que a cidade saltasse da sétima para a quarta posição dentre as maiores criadoras de galináceos da Bahia.

Fonte: Ascom/ Seagri





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here