Gestores e equipes regionais discutem Regime de Colaboração como prioridade na política educacional maranhense

0


Gestores, diretores e articuladores pedagógicos participam do encontro (Foto: Antônio Martins)
Gestores, diretores e articuladores pedagógicos participam do encontro (Foto: Antônio Martins)

Cerca de 100 profissionais da Educação, entre gestores, diretores regionais e articuladores pedagógicos (APRs) do eixo alfabetização das Unidades Regionais de Educação do Maranhão estão reunidos, em São Luís, para um encontro de imersão sobre o “Regime de Colaboração como prioridade na política educacional maranhense”. O evento ocorre no auditório da unidade plena do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) Centro até esta quinta-feira (30).

Durante a reunião, foram encaminhadas discussões sobre os fatores de sucesso do Regime de Colaboração no Maranhão; indicadores educacionais como elemento norteador do fazer pedagógico; Busca Ativa Escolar como estratégias para garantia dos direitos educacionais; selo UNICEF 2021/2024; a promoção da garantia dos direitos de aprendizagem na Educação Infantil e Alfabetização, além da socialização dos planos de ação das URES.

“Uma agenda de suma importância para organizar as frentes do Programa Escola Digna no segundo semestre, que já está em curso, pós-retorno híbrido das aulas. Trabalhamos a formação de gestores municipais para o fortalecimento do programa de alfabetização na idade certa e, para a rede estadual, trabalhamos com muito empenho o Programa Mais IDEB, porque o nosso objetivo é que o Maranhão siga com seu ciclo de crescimento e bons resultados também. A rede segue com um trabalho bem sistemático, com uma agenda que segue agora com as reuniões locais para tratarmos a formação de professores e o apoio ao estudante para uma educação de qualidade, que vai desembocar em bons índices e também na permanência do crescimento no IDEB [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]”, apontou a secretária adjunta da Seduc, Nádya Dutra.

A gestora da URE Imperatriz, Orleane Santana, fez um balanço do encontro e a importância para a educação maranhense. “Nesses dias estudamos temas como o Regime de Colaboração, os indicadores educacionais do estado do Maranhão e também sobre o direito de aprendizagem das crianças. Esse conjunto de conhecimentos vai fortalecer mais ainda a parceria que a Seduc e Regionais têm com os municípios no Pacto pela Aprendizagem”, avaliou.

“O encontro é fundamental, porque avaliamos o papel da regional de Educação junto aos municípios nesse trabalho de colaboração, no qual temos a responsabilidade de levar aos municípios o Governo do Estado e lá disseminar toda a prática da política educacional que a Secretaria de Estado da Educação está realizando na parceria. Também estamos refletindo questões técnico-pedagógicas do Pacto que precisamos implementar até o final do ano”, enfatizou João Damiani, APR da URE Chapadinha.

Secretária Adjunta Nádya Dutra (no centro), com os coordenadores de implementação da Associação Bem Comum, Valdizia Ribeiro e Anderson Araújo (Foto: Antônio Martins)

O professor Nalzeldo Pereira Cruz, Articulador Pedagógico Regional da URE Pedreiras, também apontou que o encontro serviu para avaliar ações e planejar novas estratégicas do Pacto. “É uma reunião de imersão para que possamos fazer uma avaliação de todas ações que desenvolvemos até agora e realizar o planejamento das ações futuras”, concluiu.

Anderson Araújo, coordenador de implementação do Programa de Alfabetização em Regime de Colaboração (Parc), da Associação Bem Comum, parceira da Seduc no Pacto pela Aprendizagem fez um balanço do encontro.

“Esse momento é muito importante porque fortalece o Regime de Colaboração. Um dos atores mais importantes desse processo são as Regionais e nesse encontro fortalecemos principalmente a gestão de resultados para que eles atuem junto aos municípios e também a governança das regionais no programa. E esse é um dos principais fatores de sucesso na cooperação com os municípios, pensando no desenvolvimento da aprendizagem, principalmente na alfabetização”, finalizou.

O Pacto pela Aprendizagem eixo Alfabetização é realizado pela Seduc, em parceria com a Associação Bem Comum, Fundação Lemann, Fundação Vale, Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF/BRASIL), Instituto Natura e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME).

>





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here