Monitoramento vai garantir mais qualidade da água para comunidades rurais da região de Seabra

0


Foto: SDR

A qualidade da água que chega às casas das famílias de comunidades rurais do município de Seabra será monitorada a partir deste mês de setembro. A Central de Associações Comunitárias para Manutenção dos Sistemas de Saneamento, que faz a gestão dos sistemas de abastecimento de água implantados pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, na região, firmou convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para monitorar a qualidade do recurso hídrico.

A Central já iniciou as atividades da unidade móvel de laboratório de análise de água, que foi financiada pala Funasa e pelo Bahia Produtiva, e conta com todos os materiais necessários para fazer observações de parâmetros exigidos pela legislação.

De acordo com o coordenador do Bahia Produtiva, Fernando Cabral, o acordo de cooperação com a Funasa é de extrema importância para o fortalecimento do modelo de saneamento rural comunitário, por intermédio da Central de Seabra: “A ação permite a realização das análises de água, garantindo dessa forma uma água com boa qualidade. Será verificado, mensalmente, se a água distribuída nas comunidades está respeitando os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde”.

O projeto Bahia Produtiva investiu R$ 80 milhões na instalação de sistemas de abastecimento de água, com implantação de cerca de 6.050 ligações e recuperação de cerca de 4.600 ligações já existentes na região de Seabra. A Central de Associações Comunitárias garante a gestão, operação e manutenção desses sistemas.

O gerente da Central de Seabra, Leonardo Athayde, explica que o acordo de cooperação vai além de garantir que a água seja de qualidade e que o tratamento esteja na sua função correta: “Além do controle de qualidade, esse acordo visa atender à parte de Educação Sanitária e Ambiental onde será feito um trabalho paralelo junto às associações, com palestra, ações. Também será feito um trabalho de epidemiologia para coletar e mostrar os resultados finais, onde as comunidades atendidas pela Central têm melhor qualidade de vida com água tratada em quantidade e de qualidade”.

A água devidamente tratada evita que a população se contamine com diversas doenças de veiculação hídrica, como ascaridíase, esquistossomose, diarreia, cólera, amebíase, toxoplasmose, giardíase, entre inúmeras outras moléstias.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Banco Mundial.

Fonte: Ascom/Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here