Piumhi e São Sebastião do Paraíso têm casos de investigação sobre contaminação pela delta

0


Além dos cinco casos confirmados de contaminação pela variante delta do novo coronavírus em Itamogi, os municípios de São Sebastião do Paraíso e Piumhi registram casos em investigação. As informações da Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos),

Segundo a assessoria de imprensa da SRS, a atualização foi feita com dados passados pela coordenadora da superintendência em Belo Horizonte. A assessoria também informou que é necessário aguardar a coordenadora retornar da capital para analisar os dados.

Em Itamogi, os cinco casos foram confirmados em uma mesma família que havia viajado para São Paulo. Um deles chegou a ser internado em São Sebastião do Paraíso e apenas dois idosos haviam sido vacinados.

Conforme dados atualizados no último dia 23, foram notificados à Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) um total 91 de amostras genotipadas que identificaram a variante delta. Trata-se da linhagem B.1.617.2 classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma variante de Atenção e/ou preocupação (VOC – Variants of concern) sob vigilância mundial, devido à possibilidade de maior transmissibilidade, bem como a necessidade do desenvolvimento de estudos que comprovem a efetividade dos imunizantes disponíveis até o momento.

Quanto ao perfil destes casos notificados à SES-MG, a idade variou entre 8 a 93 anos, com mediana de 48 anos. Um total de 51 casos do sexo feminino (56%) e 40 casos do sexo masculino (44%). Destes, 2 casos evoluíram a óbito, sendo um de Rio Novo e outro de Uberaba. A localização destes casos está detalhada no painel de monitoramento das variantes, aberto para consulta pública.

Vacinação

Até esta quarta-feira (29), 475 pessoas já haviam sido imunizadas com a terceira dose de vacinas contra a covid-19 em Passos e 461 adolescentes receberam a primeira aplicação dos medicamentos. De acordo com o vacinômetro divulgado pelo portal da prefeitura do município, 414 idosos na faixa etária de 80 a 89 anos e 61 pacientes com comorbidades, de 18 a 59 anos, receberam a chamada dose de reforço. Entre os adolescentes de 15 a 17 anos que tomaram a primeira dose, 27 estão privados de liberdade e 434 têm comorbidades.

O município tem mais de um terço da população (40,5%) vacinada com duas doses (44,4 mil) e dose única da vacina Janssen (2,2 mil). Com a primeira dose, a cobertura atinge 72%.

Fonte: Folha da Manhã





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here