Areninha de Barbalha é entregue à população; governador anuncia Centro de Tecnologia em Cultivo Protegido e pacote de obras

0


Daniel Herculano – Ascom Casa Civil – Texto
Tatiana Fortes – Fotos

O Governo do Ceará entregou nesta quinta-feira (30), a nova areninha de Barbalha. Com essa entrega, o Ceará chega a 237 campos de grama sintética implantados pelo poder público. São 150 construídos pelo governo estadual no Interior e outros 87 instalados na Capital, através do Juntos por Fortaleza, uma parceria com a Prefeitura de Fortaleza. O evento foi transmitido ao vivo pelas redes sociais, e além da entrega do equipamento, o governador do Ceará, Camilo Santana assinou a ordem de serviço para um pacote de obras para o município, e anunciou a criação do Centro de Tecnologia em Cultivo Protegido (CTCP).

O equipamento de Barbalha tem campo society com grama sintética, vestiários com banheiro, acessos pavimentados, torres de iluminação, alambrados e redes de proteção. Com área de 6.810,96 m², a areninha contou com investimento de R$ 2,05 milhões. Este é o segundo inaugurado na cidade. Com a nova areninha em Barbalha já são 25 campos society na região do Cariri entregues pelo Governo do Ceará.

Camilo Santana ressaltou que a construção de um equipamento desses vai muito além do esporte. “A areninha é uma política importante do Estado para o esporte, mas também para a prevenção, tirar o jovem da rua e ir para dentro da areninha. Tem monitor, tem escolinha. O futebol melhora o rendimento na escola, estimula a saúde. Dentro das escolinhas também podemos descobrir novos talentos em Barbalha, enfim, é equipamento de inclusão social”, pontuou o governador, que disse ainda que já licitou mais 300 areninhas ao Estado, e tem a meta de fazer um total de 600 até o final de 2022. “Temos o compromisso de fazer mais 12 areninhas em Barbalha, distribuídas por vários distritos”, completou.

Cada Areninha é resultado de parceria entre Governo do Ceará e prefeituras municipais. Através de orçamentos de secretarias, como a do Esporte e Juventude (Sejuv), a Superintendência de Obras Públicas (SOP) executa a construção. Cabe a cada prefeitura indicar e doar o terreno para a construção do campo. Após concluído e inaugurado, o equipamento passa aos cuidados da gestão municipal, com suporte da Sejuv.

O titular da Sejuv apontou que esse projeto muda a rotina das cidades, sempre para melhor. “Ressalto que quando há Areninhas, há uma requalificação urbana onde é inserido, movimentando a economia local, gerando também empregos, além da inclusão social, um projeto de cidadania, esporte e saúde. Estamos entregando esses equipamentos, vamos utilizá-los, mas vamos evitar aglomerações”, disse Rogério Pinheiro.

Mais 63 areninhas estão em vias de serem inauguradas, 18 estão em obras e outras 300 serão construídas em breve. O objetivo é oferecer à população cearense um equipamento esportivo de qualidade, que além de proporcionar a prática de atividades físicas em espaços seguros e bem estruturados, promovem a integração da comunidade e a formação cidadã.

O projeto visa melhorar a qualidade de vida da população cearense e oferecer equipamentos esportivos de qualidade, onde a comunidade possa contar com espaços urbanizados e seguros para convivência, lazer e formação cidadã. Isso incentiva uma vida mais saudável, fomenta a economia local e fortalece a segurança, com espaços públicos ocupados e iluminados.

Os primeiros equipamentos implantados contemplavam os municípios de médio e grande porte com maior número de jovens em zona urbana, de acordo com o Censo Demográfico 2010. Após o lançamento do projeto Areninhas do Interior, foi lançada a segunda etapa do programa para contemplar municípios com população inferior a 50 mil habitantes.

A elaboração dos projetos técnicos de Engenharia e Arquitetura para construção das vinculadas à Secretaria das Cidades (SCidades). A SOP ainda faz o acompanhamento e fiscaliza as obras de cada areninha construída.

Para Gustavo Barros, que trabalha com um projeto social no esporte, o dia é de comemoração. “A gente mantém o nosso projeto recebendo doações dos amigos, das empresas, e mantemos as escolinhas aqui na areninha. Só participa quem estuda, e antes a gente treinava onde dava, no campo do parque, na quadra do parque da cidade, e agora ficou uma maravilha com essa areninha. Um instrumento de primeira qualidade, que a gente sonhava dias para inaugurar. Já revelamos atletas e temos jogadores de Barbalha no Flamengo, no Santa Cruz, no Ceará, e agora com esse campo podemos revelar ainda mais”, celebrou.

Santo Antônio de Barbalha contará com novo acesso pavimentado

Além da estátua de Santo Antônio, que está sendo erguida em Barbalha, o governador do Ceará assinou a ordem de serviço para requalificação do acesso ao local. Será autorizado o início das obras de pavimentação, com piso intertravado no acesso e na área da estrutura em torno da estátua. Os recursos somados no complexo são de aproximadamente R$ 10 milhões. As intervenções têm a supervisão da Superintendência de Obras Públicas (SOP).

“Vamos ter aqui um Centro Religioso, Barbalha vai ganhar um grande santuário de Santo Antônio para proteger a cidade. Vai ter um museu do Pau da Bandeira, festa religiosa tão importante para a cidade, que já é um local de turismo religioso. O acesso até a estátua terá estrada duplicada, ciclofaixa, facilitará o acesso de moradores e turistas”, explicou Camilo.

A implantação da estátua de Santo Antônio, em Barbalha, está com obras em andamento, atualmente com 50% de apronto. Ela ajudará a compor o ciclo do mapa do turismo religioso na região do Cariri, que já conta com a estátua de Nossa Senhora de Fátima, no Crato, e de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte.

Com o investimento de R$ 2,34 milhões, o monumento ao santo contempla a implantação da estátua de 30 m de altura; mirante com guarda-corpo; uma praça em piso intertravado; urbanização dos entornos e serviços de paisagismo e um estacionamento de 3.418 m² com capacidade 10 ônibus, 73 veículos menores e 16 motocicletas.

Distrito de Arajara receberá requalificação

Na mesma ocasião, foi assinada a ordem de serviço para a requalificação do distrito de Arajara, em Barbalha. A obra será executada pela Superintendência de Obras Públicas (SOP), com investimento no valor de R$ 1,14 milhão, financiado totalmente pelo Tesouro do Estado.

Serão realizados serviços de adequação das vias e passeios aos parâmetros da acessibilidade universal, requalificação da praça José Antônio Ribeiro, reestruturação viária do acesso ao distrito, reorganização do fluxo de veículos, implementação de novos mobiliários urbanos, implementação de novas áreas de lazer e enriquecimento do paisagismo local. Depois de concluídos os trabalhos, a obra terá um impacto positivo no trânsito da região, assim como no lazer e na qualidade de vida da população local.

“Além da requalificação do Distrito de Arajara, temos muitas outras obras em licitação ou em andamento aqui na cidade. Já está em licitação toda a reforma do Parque da Cidade de Barbalha; nova rodoviária na entrada da cidade; vamos fazer o mais bonito mercado do Interior cearense, um grande mercado que era uma demanda dos comerciantes e do prefeito, e que já recebe a requalificação do Centro, com calçadas padronizadas; teremos um Campus da Universidade Regional do Cariri (Urca) já sendo licitado para Barbalha; uma Praça Mais Infância no Alto do Rosário. Enfim, estamos fazendo isso para recuperar o tempo perdido, por uma mesquinharia política que não permitia que o governador pudesse melhorar a sua cidade natal, e foi aqui que comecei. Por isso que o que eu puder fazer para melhorar a vida do povo de Barbalha, eu o farei, até o último dia do meu mandato”, enumerou Camilo.

Centro de Tecnologia em Cultivo Protegido (CTCP)

Na parte final da transmissão, o governador anunciou a criação do Centro de Tecnologia em Cultivo Protegido (CTCP), em Barbalha.

“Nós tentamos de todas as formas repassar a operação da antiga usina e mantê-la em funcionamento. Como não foi possível, decidimos transformar o local em um dos mais bonitos e completos Centros de Tecnologia do Nordeste. Lá vamos treinar e capacitar, fazer pesquisa e investir em tecnologia, teremos restaurantes e centros de estudo voltados para a agricultura, que era uma grande demanda e que pode potencializar a produção agrícola do Cariri”, explicou o governador.

O projeto, através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), por meio de sua Secretaria Executiva do Agronegócio e da Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece), implantará o Centro de Tecnologia em Cultivo Protegido do Ceará (CTCP), cuja estrutura será localizada na área que anteriormente abrigava a Usina Manoel Costa Filho (Usina Cariri I). A área está localizada no município de Barbalha, à margem da Rodovia CE-293, distante 502 km de Fortaleza.

O CTCP vai desenvolver atividades voltadas à produção agrícola e aquícola em ambiente protegido que consiste em uma técnica de controle sobre variáveis climáticas como chuvas, temperatura, umidade do ar, radiação solar e vento. Esse controle permite redução do efeito da sazonalidade, favorecendo uma oferta mais equilibrada das espécies cultivadas. Acrescente-se ainda a estes benefícios, vantagens como a redução no volume utilizado de defensivos agrícolas, uso racional da água, maior produtividade e melhor qualidade dos produtos cultivados.

Serão um total de 14 estufas para a execução das atividades de caráter agrícola e aquícola, sendo 13 estufas de cultivo agrícola e uma estufa aquícola. São as seguintes espécies e que possuem alto valor agregado: mirtilo; tomate salada; tomate cereja; pimentão verde, amarelo e vermelho; alface americana, crespa e roxa; rúcula; espinafre; agrião; coentro; manjericão; flores de corte, flores de vaso, espécies tropicais, folhagens e suculentas; mudas das espécies que venham a necessitar, no âmbito das atividades a serem desenvolvidas em suas dependências; tilápia e camarão.

Assinatura de contratos

Além de lançar o Edital para licitar a empresa que irá reformar e construir o CTCP, contratos de parcerias e de cooperação técnica para o desenvolvimento de pesquisa e estudos na área foram assinados na mesma cerimônia. São parceiras do projeto as seguintes instituições: UFC / UFCA / Unicamp (SP) / Universidade de Wageningen (Holanda) / Faculdade de Agronegócios de Holambra (SP) / Embrapa / Sebrae / IFCE / Senar e Adagri.

Presentes

Ao lado do governador estavam presentes o prefeito de Barbalha, Dr. Guilherme; a secretária da Fazenda (Sefaz), Fernanda Pacobahyba; o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior; Rogério Pinheiro, titular da secretaria de Esporte e Juventude (Sejuv), Quintino Vieira, titular da Superintendência de Obras Públicas (SOP); o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão; os deputados estaduais Fernando Santana, Antônio Granja e Davi de Raimundão; e os deputados federais André Figueiredo e José Guimarães.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here