Tratamento odontológico e higiene bucal ajudam a prevenir infecções em pacientes psiquiátricos

0


Milena Fernandes – Ascom Sesa -Texto e fotos

De acordo com especialistas, alguns transtornos mentais podem influenciar o aparecimento de doenças bucais

Os pacientes com transtornos mentais internados e acompanhados nos ambulatórios do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), estão recebendo assistência odontológica na própria unidade hospitalar. O serviço foi reativado há quatro meses e conta com o trabalho de dois dentistas. Os profissionais realizam, diariamente, uma conscientização junto aos pacientes sobre a importância de uma boa higienização bucal. Na ocasião, também é feita uma triagem para o atendimento odontológico, que é realizado no ambulatório de Odontologia do HSM. Os principais serviços realizados são extrações dentárias, remoção de tártaro, prevenção de câncer de boca, limpeza e aplicação de flúor.

Para uma boa saúde mental é necessário buscar bem-estar emocional e psicológico. E quando a saúde mental não vai bem, algumas doenças, como cáries, bruxismo e até perda de dentes, começam a surgir. Para o cirurgião-dentista Delano Barros, alguns transtornos mentais podem influenciar o aparecimento de doenças bucais. “Por meio de observações clínicas, percebemos que muitos pacientes psiquiátricos, com pensamentos desorganizados, acabam descuidando da higiene oral. Até mesmo os pacientes depressivos, com baixa autoestima, perdem o cuidado com o próprio corpo, afetando também a saúde dos dentes. Pacientes psiquiátricos com dificuldade de organização motora também precisam de maior atenção para uma higienização adequada”, explica.

Um dos pacientes, J.M.V, 40, que está internado há um mês no HSM, não lembrava da última vez que tinha ido ao dentista e conta que já vinha sentindo dores em alguns dentes desde o ano passado. “Com esses problemas que apareceram, muitas crises depressivas e de humor, eu descuidei da minha saúde física e, principalmente, dos dentes. Sentia muitas dores e, quando me internei aqui, acabei recebendo tratamento não só psiquiátrico, mas também dentário, com a presença do dentista aqui na unidade de internação. Aprendi a cuidar melhor dos dentes e iniciei o tratamento no ambulatório, sem precisar sair do hospital. Já não sinto mais dor e estou bem aliviado”, diz.

Tratamentos odontológicos ajudam na recuperação da autoestima e alivia dores, diminuindo a agitação e o tempo de permanência na unidade hospitalar

O dentista Thales Serra Azul, que também atua no Ambulatório Odontológico do HSM, destaca que, durante a implantação do serviço odontológico no HSM, foi feito um levantamento, cujo resultado mostrou que 67% dos pacientes necessitavam de algum procedimento cirúrgico, como extração de dente. Apenas 4% dos pacientes não precisavam de nenhum procedimento. “Com esse atendimento dentro da unidade hospitalar, não há necessidade de encaminhar os pacientes para outros serviços odontológicos da Rede, pois podemos resolver muitos casos aqui mesmo, facilitando todo o tratamento para a evolução do paciente”, frisa.

O especialista ressalta que a Odontologia é fundamental para a recuperação da saúde mental, pois ajuda na recuperação da autoestima e alivia as dores, diminuindo a agitação e o tempo de permanência deles na unidade hospitalar. “Atendemos pacientes com alto grau de vulnerabilidade, alguns também apresentam comorbidades, como diabetes e hipertensão e, quando a gente consegue adequar esse paciente, tratando a doença periodontal, diminuem os possíveis riscos de agravamento ou aparecimento de outras doenças ou infecções”, explica Serra Azul.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here