Governo do Estado certifica mais de 1 mil jovens e adultos em cursos profissionalizantes

0


Secretário Felipe Camarão com jovens e adultos participantes da solenidade de certificação no IEMA Centro (Foto: Lauro Vasconcelos)
Felipe Camarão entrega certificação para alunos capacitados (Foto: Lauro Vasconcelos)

Receberam certificações, nesta segunda-feira (4), 1.075 alunos que concluíram os 30 cursos e oficinas de formação inicial e continuada dos polos e unidades vocacionais do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) em São Luís.

Além dos certificados entregues pelo Governo do Estado, no âmbito da Secretaria de Educação (Seduc), em solenidade realizada no IEMA Centro, houve distribuição de kits do programa Mais Renda, para possibilitar que abram seus próprios negócios.

“O curso abriu oportunidades para gente ter nosso próprio empreendimento. Muitas vezes quis desistir, mas fui até o fim e já estou ganhando meu próprio dinheiro, atendendo a domicílio”, revelou, emocionada, a estudante do curso de Estética do polo Instituto Dica Ferreira, no Coroadinho, Gabrielle Meireles.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou a iniciativa do governador Flávio Dino de oportunizar qualificação profissional às pessoas, para possam avançar e melhorar suas vidas.

“Com esses cursos vocacionais e o programa Mais Renda, nós buscamos garantir que as pessoas possam ter oportunidades. Educação e oportunidades são palavras que sempre andam juntas, principalmente em um momento de crise, de pandemia da Covid-19, no qual as pessoas recebem seus certificados e os kits Mais Renda”, disse Felipe Camarão.

“Isso demonstra a preocupação que o Governo Flávio Dino em cuidar das pessoas. Parabéns aos jovens e adultos que concluíram seus cursos e poderão começar seus negócios”, completou o secretário.

“O curso foi ótimo. Aprendi muitas coisas que posso fazer para vender, fiz várias peças para a minha casa, também, e vou continuar fazendo cursos. Cada oportunidade que vier a gente vai fazer”, comemorou Rosinária Mendes. Junto com a filha Maria Clara Penha Mendes, ela fez o curso de Reaproveitamento de Madeira, na UV Estaleiro Escola, em São Luís.

A secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, lembro que os cursos promovem o crescimento dos jovens. “Com esses cursos, vocês poderão mostrar que vocês podem, e conseguem, tudo o que desejarem. Vocês terão oportunidades que muitos antes de vocês não tiveram”, realçou.

O secretário adjunto de Educação Profissional e Integral da Seduc, André Bello, ressaltou que os cursos simbolizam a promoção de dignidade para as pessoas. “Aqui vemos pessoas que não teriam essas oportunidades se não fosse pelo esforço do Governo Flávio Dino. E, o mais importante, os kits entregues, hoje, não são brindes, são instrumentos para que vocês comecem seus próprios negócios, e tenham renda”, disse.

“Vamos abrir, em breve, novo edital para abertura de novas vagas e cursos em todo o Maranhão”, anunciou André Bello.

Alunas exibem seus certificados em curso do IEMA (Foto: Lauro Vasconcelos)

Trabalho Jovem

Os estudantes certificados participaram de diferentes cursos ofertados em 11 polos de atendimentos vocacionais em São Luís, no âmbito do programa Trabalho Jovem, os quais: estética, gastronomia básica, informática básica, fabricação de instrumentos musicais, marcenaria, mecânica de motores de embarcações, construção de embarcações artesanais maranhenses, reciclagem de papel, reaproveitamento de garrafa pet, artesão em biojoias, reaproveitamento de madeira e cerâmica, inglês básico, intermediário e avançado, artesão em trabalhos manuais, cabeleireiro, eletricista predial, hambúrguer artesanal e pizza, música, robótica educacional, doces e salgados, instalação e manutenção de ar condicionado, panificação e confeitaria, barbeiro, artesão (decoração de sandálias), história crítica cinematográfica e história de cinema, manicure e pedicure.

Mais Renda

Os kits básicos entregues na solenidade visam complementar a qualificação profissional ofertada, apoiando a inserção do estudante no mercado de trabalho, como parte das ações do Programa Mais Renda, que se constitui em um mecanismo de formalização e fomento ao empreendedorismo, após conclusão dos cursos profissionalizantes.

O Mais Renda é executado na Seduc, por meio da Secretaria Adjunta de Educação Profissional e Integral, contemplando ações de capacitação sobre empreendedorismo, associativismo e cooperativismo, entrega de kits básicos para iniciativas empreendedoras, além de apoio técnico-profissional aos estudantes para construção de planos e abertura de negócios.

>





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here