More
    InicioTECNOLOGIAMaior acelerador de partículas da Terra é reiniciado

    Maior acelerador de partículas da Terra é reiniciado


    O Large Hadron Collider, considerado o maior acelerador de partículas da Terra, foi reiniciado nesta sexta-feira (22), no European Organization for Nuclear Research (CERN), perto de Genebra, na Suíça.

    O equipamento ficou desligado por três anos para manutenção e atualizações e foi reativado para dar início ao que os cientistas chamam de Run 3, a terceira corrida científica do LHC, que realizará experimentos até 2024. A Run 1 aconteceu de 2009 a 2013 e a segunda corrida de 2015 a 2018.

    publicidade

    Leia mais:

    O planejamento é desligar o acelerador de partículas em 2024 para mais atualizações e reativá-lo em 2028 com o nome de High Luminosity Large Hadron Collider.

    “As máquinas e instalações passaram por grandes atualizações durante o segundo longo desligamento do complexo de aceleradores do CERN. O próprio LHC passou por um extenso programa de consolidação e agora operará com uma energia ainda maior e, graças a grandes melhorias no complexo de injetores, fornecerá significativamente mais dados para os experimentos atualizados do LHC”, disse o diretor de aceleradores e tecnologia do CERN, Mike Lamont, em comunicado na sexta-feira (22).

    “O próprio LHC passou por um extenso programa de consolidação e agora operará com uma energia ainda maior e, graças a grandes melhorias no complexo de injetores, fornecerá significativamente mais dados para os experimentos atualizados do LHC”, completou.

    Foram acionados 27 quilômetros do LHC para injetar dois feixes de prótons em direções opostas a um nível de energia de 450 bilhões de elétron-volts. A meta, segundo os cientistas, é atingir 13,6 trilhões de elétron-volts nesta terceira corrida.

    “Esses feixes circularam na injeção de energia e continham um número relativamente pequeno de prótons. Colisões de alta intensidade e alta energia estão a alguns meses de distância. Representam o reinício bem-sucedido do acelerador após todo o trabalho duro do longo desligamento”, explicou o líder do departamento de feixes do CERN, Rhodri Jones.

    Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! 





    Source link

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    NOTÍCIAS EM DIA

    spot_img