More
    InicioTECNOLOGIASite do TSE passa por instabilidades nesta segunda-feira (2)

    Site do TSE passa por instabilidades nesta segunda-feira (2)


    A dois dias do fim do prazo para regularização do título de eleitor, o site do TSE passa por instabilidades desde a tarde desta segunda-feira (2). Parte dos serviços online chegaram a sair do ar totalmente, enquanto outros, como a consulta e quitação de multas eleitorais, ainda estão instáveis nesta noite.

    De acordo com o TSE, o problema foi causado pelo alto número de acessos, porém, as áreas técnicas responsáveis já estão trabalhando para restabelecer o acesso às páginas e dos sistemas que foram afetados, informou o tribunal em comunicado à imprensa.

    publicidade

    Instabilidades duraram a tarde inteira

    O alto número de acessos aos sistemas do TSE se deve, principalmente, ao prazo para regularização do título de eleitor, que termina nesta quarta-feira (4). Entre os serviços que podem ser feitos até a próxima quarta, estão a solicitação do primeiro título de eleitor e a transferência do domicílio eleitoral.

    título de eleitor, nome social
    Alguns serviços ainda estão fora do ar, como a consulta e quitação de multas eleitorais, ainda estão indisponíveis. Imagem: rafapress/Shutterstock

    Os relatos de instabilidade começaram a pipocar na tarde desta segunda-feira. Em um primeiro momento, as páginas do autoatendimento do eleitor apresentaram muita lentidão e os usuários reclamaram da demora na resposta dos serviços, posteriormente, o site inteiro chegou a ficar fora do ar.

    Durante a tarde, o site passou a retornar a seguinte mensagem: “Não podemos nos conectar ao servidor deste aplicativo ou site no momento. Pode haver muito tráfego ou um erro de configuração. Tente novamente mais tarde ou entre em contato com o proprietário do aplicativo ou site”.

    Como regularizar o título pela internet?

    Como informado aqui no Olhar Digital, a regularização do documento pode ser feita pelo Título Net, uma ferramenta disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

    Além dos dados pessoais, será solicitado ao eleitor *uma selfie e a digitalização dos seguintes documentos: identidade com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débitos eleitorais e comprovante de quitação de serviço militar (somente para homens). Não esqueça que na foto, é preciso segurar, ao lado do rosto, o documento oficial de identificação.

    Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!





    Source link

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    NOTÍCIAS EM DIA

    spot_img